Filosofia e Doutrina

2- Angolo del’Essenza Primus Lapis Angularis 

3-Analise Alquimica (Tarologia Online) -pre-agedamento

4- Meditacão Alquimica

5- Matrimônio Alquimico

6- CosmoCoppia (Meditacão de casal guiada por Skype)

7- Iniziatica Alquimica (caminho iniciatico)

8- Admissão e Filiação

9- Quadro de Aviso

Alquimia, é um antigo sistema esotérico filosófico, uma ciência sagrada e hermetica, com a mais ampla experiência espiritual interior, que satifaz a infinita necessidade que a alma hà do infinito! Ciência esotérica e espiritual – “Esoterica” porque mantém uma condição de confidencialidade como parte de sua disciplina. Em outras palavras, a filosofia é que cada experiência tem de ser vivido e realizado espiritualmente em um caminho que tem como objetivo fazer com que todos mais e mais se tornem responsável por si mesmos e consciente de seu próprio poder pessoal e espiritual. A alchima é a arte de transformação interior.

A alquimia não é apenas uma arte ou uma ciência para ensinar a transmutação metálica, mas uma verdadeira ciência espiritual sólida, que nos ensina a conhecer o centro de tudo, suas energias e suas diferentes potencialidades, em que o homem reconhece o Divino dentro de si mesmo, em uma intimidade persoal com o “Espírito Divino e doador de vida” O alquimista transmutado conhece e governa matéria e suas energias. Este é o um dos segredos da alquimia o poder de transmutar e manipular a matéria e suas energias, a fim de produzir o que os cientistas contemporâneos chamariam de um campo de força. Este campo de força atuando sobre o observador, coloca-lo em uma posição privilegiada defronte ao universo. A partir desse ponto, ele realmente se eleva para o espaço dimencional, onde; tempo, matéria e energia normalmente não são visiveis aos olhos mudanos. Este campo de força é o que os alquimistas chamam de “Despertar” o concluisão doada grande Obra.

A alquímia esotérica è uma ciência filosofica e espiritual que tem a capacidade de despertar o poder Divino, a presente centelha divina em cada ser humano. Da sempre uma ciência iniciática, isso significa que a informação sobre esta filosofia e doutrina se adquiri através de um caminho iniciático de preparação e iluminação. Uma doutrina que apresenta ensinamentos essotericos (aberto a todos) e uma mais profunda esotérica, (apenas aberta aos iniciados em ascensão). Os ensinamentos relacionados, alquimia antigua não eram públicos, de fato, era protegido por aqueles que tinham conhecido, estudado e vivido de maneira plena, intimamente e espiritualmente, através de seus próprios esforço, perseverança, pratica e continuidade afim de chegar a uma verdadeira transformação do próprio alquimista em si.

” A todo mundo é dada uma quantidade extraordinária de energia pura, uma energia de que o indivíduo mudanamente, não tem consciência. O alquimista deve saber; Sovere, rectificar e coagular e não é tão fácil de entender a importância e o valor do que esconde a arte suprema…sò em espirito vive o espiritual, sò com o ouro se produz ouro…quem pode entender…entenda…”

Tradicionalmente na alquímica, o ouro era considerado o metal mais nobre, ele representava esta perfeição, na alquimia esoterica a transmutação dos metais inferiores em ouro representa o desejo do alquimista de auxiliar a natureza em sua obra, levando-a a um estado de maior perfeição. O alquimista, no final do seu trabalho reconhece em si mesmo uma transformação de uma trasmutação, conclui a sua “Grande Obra” torna-se um homem ‘despertado’, atinge o ponto culminante de todo o conhecimento energetico espiritual  que regem o plano matérial  em unificacao com o plano divino e espiritual de luz.

A alquímia (arte suprema) estuda os fenômenos super-sensíveis, abre as portas do conhecimento do mistério que conduz o adpto ao despertar total do próprio Ser . É totalmente hermética, por causa de sua natureza divina, somente aqueles que conquistam a “chave” é concedido a conhecer o mistério.

A Alquimia, remontando-se do concreto ao abstrato, do positivismo material ao espiritualismo puro, amplia o campo dos conhecimentos humanos, das possibilidades de ação e realização da União de Deus e da Natureza, da Criação e do Criador, da Ciência e da Religião…. (Fulcanelli)

Na visão alquímica, o homem, como ele é, com todas as suas limitações e medos, deve primeiro mudar seus hábitos, seu estilo de vida e a visão que tem da existência. Ao fazer isso desperta para o seu real corpo de Luz ou corpo astral a sua verdadeira essência divina, lhe permitindo de viver sem limitações, e de se libertas da condição, que erroneamente, considera que esiste algo impossível. Daí a necessidade de uma auto-iniciação (feita de consciência) em um processo gradativo de aperfeiçoação interna que pode levar ao completo domínio de si mesmo, verso a possibilidade de usufruir, com toda plenitude, todo o seu potencial de luz, emanando uma frequência energética cada vez mas pura e mais elevada, que faz parte da sua verdadeira natureza divina, mas que continuamente, opressa e não expressa, sob um monte de preconceitos errados e de visões erradas e limitadas de si mesmo e da vida em si.

“Quem quer que deseje entrar no Jardim das-Rosas Filosofal sem a Chave é como um homem que queira andar sem ter pés.” (Michael Maier)

A alquimia como via mística de uma filosofia espiritual, nos conduzir em um percurso de crescimento, onde tudo é dentro do homem, e muito pouco fora, desde que o homem aprenda a conhecer e reconhecer e usar com sabedoria os recursos inesgotáveis que a sua natureza divina lhe fornece.

“É verdade, certo e muito verdadeiro: O que está embaixo é como o que está em cima e o que está em cima é como o que está embaixo, para realizar os milagres de uma única coisa” (Tabula Smaragdina,Hermes Trismegisto)

A fórmula secreta de V.I.T.R.I.O.L.U.M, nos conduz a Grande Obra dos Filósofos, nos insegna que “cada um de nós carrega em si a Pedra do Sábio, a medicina real, que nos permiti de realizar o impossivel”

Por meio do trabalho silencioso diária, o alquimista trabalha a materia em seu laboratório alquímico, è no fogo do Athanor, onde tudo morre e se transforma, e onde a consciência fica, cada vez mais ampla e onde a luz que permeia tudo.

clip_image006_thumbO alquimista reflete seu espírito no athanor (forno alquímico capaz de “queimar” as “impurezas” dos meta, transformando em puro oro ) e assim o alquimista tinha que ser capaz de se libertar e transmutar  suas emoções terrenas em virtudes , purificando e estudando até que si torna-se un homem iluminado, um homem despertado…

“L’avido truffatore dalle mani impure non può tentare quest’Arte, né essa sarà mai dell’uomo incolto e grossolano; la mente dissoluta sarà del tutto accecata, ma l’uomo saggio e pio si avvicini, e unendo volontà e forza, studi egli quest’Arte in tutta la sua profondità e ampiezza…”

Um Mestre CIAE, está habilitado a conduzir acompanhamento na guia espiritual de um neofita (Aprendiz), tem livre decisao de usar puplicamente ou nao o seu pseudonimo alquimico.

Ser Mestre e obter a total capacidade de exercer o seu verdadeiro e pleno direito no caminho como portador de Luz divina em terra, com o direito a trilhar o seu caminho por si, só, se assim escolher ou assim tiver que ser, ou acompanhado por quem quiser que o acompanhe e que o queira acompanhar, se assim for de vontade dos interessados. Ser Mestre Alquimista é, assim, essencialmente cumprir o dever de exercer o seu direito de escolher e percorrer o seu caminho para a excelência. O Mestre alquimista sabe que o que adquire, o que ganha, o que aprende, o que consegue, não é para ser avaramente fruído apenas por si, antes, ele contribui ao crescimento do Lapis Angularis, que pertence, recolhendo contributos, ajudas, meios, ferramentas, e promove atividades para melhor poder oferecer aos seu adptos uma sede sèria de acolhencia.

A preparação, cotidiana, meditativa e espiritual de um Mestre Alquimista in posiçao de sacerdote è extremamente necessaria na o seu percurso alquimico.

Precedente Análise Alquímica (Tarologia Online) Pre-Agendamento Successivo “IESA” addressed to CIAE members (ascending)